Inicial > Noticias ABAV/RS > ‘Brasil não preenche requisitos para ter visto livre’, diz cônsul dos EUA

‘Brasil não preenche requisitos para ter visto livre’, diz cônsul dos EUA

A possibilidade de os Estados Unidos deixarem de exigir visto de entrada para brasileiros, assunto discutido nesta segunda-feira (10) em Washington entre os presidentes Barack Obama e Dilma Rousseff, animou muita gente, mas não deve ocorrer no curto e no médio prazos, de acordo com avaliação da diplomata norte-americana Katie Caro. Ela é cônsul em São Paulo, o posto diplomático dos EUA que mais emite vistos no mundo, e trabalha na instalação do novo consulado americano de Porto Alegre, a ser inaugurado provavelmente em 2014 (os EUA também anunciaram que abrirão um novo escritório em Belo Horizonte).
Atualmente, para entrar nos Estados Unidos, o brasileiro precisa ir a um consulado e obter um visto, processo que pode levar até dois meses. Para cidadãos japoneses, australianos, da União Europeia e de alguns países, não é necessário ter visto para entrar nos EUA; basta apresentar passaporte.

Segundo Katie, são três os principais requisitos para que o Brasil entre nesse grupo de países que não necessitam de visto:
1- Elevar a aprovação no sistema atual
É preciso que ao menos 97% dos pedidos de visto sejam aprovados. Neste ano, a taxa está em 96%; no ano passado, foi 95%.

2- Passaportes digitais
Todos os passaportes brasileiros têm de ser digitais. Esse sistema ainda está em fase de implantação.

3- Troca de informações
O governo brasileiro tem de trocar informações com o americano, o que ainda não ocorre no nível esperado.

“As regras para os países que entram no programa de isenção de visto são estabelecidas pela legislação dos EUA. No momento o Brasil não preenche os requisitos para o programa”, diz ela.

Segundo o Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, o principal motivo para a rejeição de visto no Brasil é quando o candidato não consegue comprovar vínculos sociais e economômicos com o Brasil. Em outras palavras, se a pessoa não consegue provar que, após a viagem, voltará para o Brasil, os EUA entendem ela como possível imigrante ilegal.

Enquanto o Brasil não atinge os requisitos para a liberação dos vistos, os EUA dizem que estão investindo para agilizar o processo. De acordo com a cônsul, 50 novos vice-cônsules virão trabalhar aqui permanentemente, e todos os estabelecimentos estão procurando melhorar e aumentar a infraestrutura. “Estamos implementando reformas de US$ 40 milhões nos consulados no Brasil todo e na embaixada em Brasília.”

Anúncios
Categorias:Noticias ABAV/RS
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: